Dicas valiosas para otimizar o seu SEO para e-commerce

Apostar na otimização de SEO para e-commerce é uma estratégia capaz de trazer resultados surpreendentes, como melhorar o posicionamento e aumentar o tráfego. Não acredita? Então, vem comigo e fique atento a este artigo com dicas valiosas!

Antes de falar sobre SEO para e-commerce, é importante entender o que é SEO, para começo de conversa.

O que é SEO?

Essa é a sigla para Search Engine Optimization, caracterizado por um conjunto de estratégias que analisam o comportamento de busca do usuário no Google e, baseado nisso, trabalham conteúdos personalizados de qualidade para essa determinada persona. Parece complicado?

Existem alguns pontos focais dentro de SEO que fazem toda a diferença para garantir que uma página apareça entre as primeiras posições do Google, o sonho de tantos:

– Análise e desenvolvimento de palavra-chave na página, sempre levando em consideração as preferências, dúvidas e experiência da persona. Aqui é importante prestar atenção em algumas regrinhas: a palavra deve aparecer no título, em ao menos um intertítulo e ao longo do texto. Neste caso, o SEO é trabalhado dentro da descrição do produto a ser vendido.

– Página relevante: não basta apenas escolher uma palavra-chave que o seu usuário busque, como “plantas para ambiente interno”, para um e-commerce de itens de jardinagem e floricultura. É necessário ser relevante e oferecer o que aquela pessoa está buscando.

Há outros pontos importantes quando falamos em SEO. Mas agora que você entendeu um pouco como funciona essa estratégia, podemos começar a voltá-la para o e-commerce. E você pode saber esse assunto no nosso texto de técnicas de SEO.

Como otimizar o SEO para e-commerce?

Aqui a ideia é colocar algumas dicas de SEO para e-commerce em prática para trazer tráfego orgânico, isso mesmo, aparecer no Google sem gastar dinheiro e sim esforços.

– Antes de mais nada, é necessário pensar no e-commerce desde a sua criação. O seu site é responsivo? Qual é a velocidade de carregamento das páginas e a usabilidade delas?

Não adianta contar com produtos de qualidade, se o seu cliente não consegue pesquisar sobre eles ou até comprá-los. O tempo de carregamento de uma página, em especial nos smartphones, é essencial para reter um possível cliente. Afinal, ninguém gosta de demorar diversos segundos para acessar um conteúdo.

via GIPHY

– UX: esse tópico está totalmente relacionado com o de cima. UX (user experience) é pensar no usuário a todo momento – qual é a experiência dele dentro do seu e-commerce? Isso envolve layout,  interatividade etc. Use diferentes formatos de conteúdo: vídeo, áudio, imagens, o que ajudar a mostrar melhor o que você tem a oferecer.

– SEO na veia: pense na sua página de produtos, como uma página de um kit de ferramentas de jardinagem. Ela precisa conter um título com uma palavra-chave, baseada nos mecanismos de busca de SEO para e-commerce que citamos há algumas linhas acima.

campanhas-sazonais

Essa página também precisa contar ao menos um intertítulo, meta description, descritivo e imagem com a palavra-chave escolhida. Sem esquecer das boas práticas do português – ter informações corretas e escritas do jeito certo fazem a diferença e passam mais credibilidade. Lembre-se de ser o mais claro e objetivo possível, o Google agradece!

Outras dicas que fazem a diferença:

Outro ponto a levar em consideração é a URL desta página. Ela deve ser amigável, isso quer dizer que ela precisa ter uma estrutura compreensível e simples. Como http://nome-do-site/produtos/kit-de-jardinagem, sem esquecer que deve contar a sua palavra-chave. Isso faz toda a diferença para o ranqueamento no Google. Uma boa dica é adotar o hífen para dividir as palavras e deixá-las ainda mais claras e fáceis de serem compreendidas.

Lembre-se de colocar links internos nesta página, essa prática de SEO para e-commerce ajuda a fazer com que o usuário permaneça mais tempo dentro do seu site, além de trazer mais autoridade, que o buscador entende como relevância, aumentando o posicionamento.

Leia também: 7 ferramentas de marketing digital para impulsionar os negócios

Pontos mais avançados em SEO para e-commerce

A estrutura do seu site e da página em questão faz toda a diferença: além de ser importante para a organização/distribuição dos produtos, facilita a navegação do usuário, por isso precisa ser intuitiva e direta: categorias > produtos > produtos para jardinagem > kit para jardinagem.

Uma dica é usar breadcrumbs, trilhas de navegação ou navegação estrutural que mostra o caminho de um usuário em um site, como um sistema de categorias.

Indexação: falamos sobre a importância da linkagem dentro das páginas acima e esse é um assunto que entra em indexação. Quando você adiciona uma nova página ou faz atualizações, o robozinho do Google precisa rastreá-las (não ultrapassar 10.000 Urls no seu site ajuda a ter um bom rastreamento).

Depois, entra a indexação, em que o Google processa o amontoado de informações do seu site e a localização delas, processo essencial para o bom posicionamento no buscador.

Renderização: outro assunto importante quando falamos em SEO para e-commerce é a renderização, afinal ninguém gosta de clicar em um link e não ser levado para ele. Use a renderização para levar o usuário a outra página, com novos produtos, caso o que ela busque esteja em falta ou não seja mais comercializado.

Ainda há diversos pontos a analisar para otimizar o seu e-commerce, mas já temos bastante informação para começar a trabalhar em melhorias. E a Incandescente pode te ajudar nessa, quer saber como? Clique no botão abaixo.