Nutrição de leads: 7 táticas que você precisa conhecer

A nutrição de leads é capaz de transformar aquele visitante que deixou um contato na sua página do site em efetivamente um novo cliente. Isso mesmo! Mas agora você deve estar pensando: qual é a fórmula mágica para que isso aconteça o mais rápido possível?

Porém, calma, pois no marketing digital os resultados demandam testes, estratégias e elementos que ajudam a conquistar o tão sonhado prospect.

Antes de qualquer coisa: o que é nutrição de leads?

Antes de correr em disparada para começar a desenvolver ações para fisgar o seu lead, é importante entender o que é a nutrição de leads.

Primeiro, se o seu negócio está gerando leads, temos um ponto positivo! Mas é preciso saber o que fazer com eles. Isso porque uma pesquisa da MarketingSherp mostrou que a falta de contato com esse cliente em potencial é um fator negativo que influencia na hora da venda.

Isso porque, essa pessoa precisa de atenção e anseia por conhecer mais sobre o seu negócio e suas soluções. Se ela ficar esquecida, numa espécie de “limbo”, simplesmente não vai se manter mais interessada no que você tem a oferecer.

Vamos direto ao assunto

Logo, a nutrição de leads pode ser entendida como um processo voltado para a construção de relacionamento com o prospect/cliente. Mas não se iluda: esse “casamento” precisa ser feliz para ambas as partes e isso exige dedicação.

É preciso entender que o interesse de uma pessoa na sua marca pode nem existir ainda. A partir do momento que ela começa a pesquisar sobre determinado produto ou serviço, ela precisa ser motivada a se interessar no universo que sua empresa pode oferecer. Assim, você poderá convencê-la de que pode efetivamente ajudá-la!

Hoje, o uso de ferramentas de automação de marketing, como o próprio RD Station, ajuda a personalizar esse discurso. Tudo de acordo com as necessidades e características de cada indivíduo, levando-o a percorrer todas as fases do funil de marketing e vendas. Afinal, atualmente a experiência que uma empresa oferece é determinante no fechamento de uma compra!

Outros benefícios da nutrição de leads

Esse relacionamento de qualidade não tem só o foco na venda, ele é capaz de trabalhar positivamente a imagem da sua marca em relação ao público, além de ajudá-la a ser uma referência como solução na sua área de atuação.

Tudo isso está relacionado à construção da autoridade, tão importante para todas as empresas independente do segmento.

De acordo com a Market2Lead, por exemplo, leads que passam pelo processo de nutrição apresentam um ciclo de vendas menor em 23% se comparado com prospects que não tiveram essa mesma jornada. Isso significa que ele não só comprará mais rapidamente com você, como poderá voltar a realizar uma transação em um tempo menor.

Leia também: O que é e como aplicar o Lead Scoring?

Agora, vamos ao que interessa:

Quais táticas de nutrição de leads posso aplicar no meu negócio?

Antes de mais nada é preciso ressaltar a importância do planejamento. Não saia colocando táticas de nutrição de leads em prática sem antes definir claramente seus objetivos: quem deseja alcançar, de que forma quer se comunicar, qual a linguagem adequada e a frequência de mensagens. Essas são apenas algumas das perguntas que você deve se fazer.

1-     Conteúdos de qualidade

Direcione conteúdos relevantes, que façam sentido para aquele determinado lead, mantendo o foco do seu negócio. Para quem está conhecendo a sua marca, que tal um e-book ou infográfico interessante sobre o seu segmento?

Lembre-se também da qualidade na sua entrega, além de pensar com muito carinho nas próprias landing pages, desenvolvidas não só para captar o lead, como para divulgar um conteúdo.

2-     Pense em ofertas específicas

Se o seu negócio permite, pense em promoções, descontos personalizados ou condições especiais para o prospect que você tem mapeado dentro dessa jornada. Essa tática na nutrição de leads pode fisgá-lo! Por exemplo, uma pessoa que já demonstrou interesse por determinado produto e até o deixou no carrinho no seu e-commerce pode encontrar naquela promoção especifica a oportunidade de realizar a compra.

Você também pode destinar informativos, newsletters, com informações relevantes sobre o que sua empresa oferece.

3-     Crie mensagens com objetivos claros e CTAs

Sempre que pensar na sua nutrição de leads, crie em uma sequência de abordagem bem conectada. Exemplo, se no dia 1, você enviou um e-mail sobre determinado assunto “A”, pense qual o desdobramento possível de ser abordado no dia 2, enviando então o assunto “B”. Dessa forma, o prospect cria uma verdadeira jornada até chegar à compra.

Lembre-se de sempre usar uma CTA (call-to-action). Convide seu lead a tomar uma atitude: seja clicar para baixar um determinado conteúdo, acessar um material no seu site ou ser direcionar para conferir a página especifica do seu produto ou serviço em questão.

Leia também: Fluxo de automação: crie o caminho certo e obtenha resultados positivos

4-     Disparo de e-mail de news

Com certeza se o seu lead estiver engajado, ele estará interessado em saber o que sua empresa tem de novidade. Mas não necessariamente se trata de um produto ou solução nova, você pode compartilhar um artigo novo sobre um determinado tema, ou até atualizações sobre conquistas, certificações, casos de sucesso e a rotina da sua empresa.

5-     Aproveite datas sazonais e de aniversário

Datas comemorativas, como dia das mães ou dia das crianças, além do próprio aniversário do lead são oportunidades para enviar não só conteúdos promocionais, como trabalhar o relacionamento com essa pessoa. Portanto, planeje com antecedência formas de abordá-la e estratégias interessantes para aplicar na sua nutrição de leads.

6-     User Generated Content – invista no seu público

User Generated Content (UGC) significa justamente os conteúdos que são gerados pelo seu próprio usuário. Por isso, trabalhe o engajamento: use as redes sociais – os seus potenciais clientes também estão nesses canais, lembre-se disso!

Aproveite também para realizar enquetes, tanto pelas redes quanto por e-mail, para conhecer o seu lead melhor, obter feedbacks e até melhorar processos. Demonstrar que a sua marca se importa com a opinião e experiência do cliente é essencial e as ferramentas de marketing digital podem ser uma grande estratégia nesse sentido.

7-     Realize análises constantes

Nossa última dica, mas não menos importante, está relacionada à análise de resultados e do próprio processo.

Confira a taxa de abertura e clique dos e-mails, ou até mesmo a porcentagem de leads que solicitaram descadastro da base. Esses pontos servem como um termômetro para medir se suas ações estão bem direcionadas ou necessitam ser repensadas.

Essas táticas que citamos acima são apenas alguns exemplos de como é possível utilizar a nutrição de leads a seu favor. Para conferir mais conteúdos como esse, clique no botão abaixo.